Depois de 21 anos, Bahia volta a sediar campeonato norte-nordeste de Polo Aquático

O Estado da Bahia volta a sediar um campeonato norte-nordeste de Pólo Aquático após 21 anos, na piscina olímpica do estado (Parque Aquático Desportivo da Sudesb), localizado na Bonocô. A última vez em que o evento foi realizado em nosso estado, em 1998, a competição foi disputada na piscina olímpica da antiga Fonte Nova, que não existe mais. De lá pra cá, a modalidade passou por algumas dificuldades. O cenário mudou após a vinda da Seleção Brasileira à Bahia na preparação para os jogos olímpicos de 2016, o que impulsionou a modalidade.

Uma das transformações originadas pela inauguração da piscina na Bonocô, foi a inclusão da modalidade dentro do projeto Natação Em Rede 2, uma parceria entre a Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA) e a Sudesb, que abriu 200 vagas para a população de forma gratuita.

O campeonato vai contar com três equipes baianas: a Polo Feira de Santana, vice-campeã do torneio norte-nordeste disputado em Fortaleza, em 2018; a equipe Polo Salvador, que chegou a ser tetra-campeã na década de 80 e 90; e, por fim, a equipe originada do projeto social Natação Em Rede 2. Além disso, faz parte da programação do evento um torneio para a categoria Sub-18.

“Fico muito feliz de estar aproveitando esses novos atletas, inclusive alguns deles já serão utilizados na equipe principal. Isso representa a renovação do Pólo Aquático”, disse o presidente da FBDA e capitão da equipe Pólo Salvador, Diego Albuquerque.

O evento será realizado entre 30 de maio e 2 de junho, na piscina olímpica da Bonocô, com o apoio da Sudesb. Segundo o presidente da FBDA, esta será uma edição especial, que vai contar com a participação de 10 a 12 equipes principais, além das equipes Sub-18, e promete ser um dos campeonatos mais disputados da região nos últimos anos. O evento terá entrada gratuita e a transmissão na Record

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *