Homem com jaqueta do Exército mata travesti com tiro nas costas

A polícia do Distrito Federal está investigando a morte de uma travesti, na última terça-feira (04). Conhecida como Carla, ela tinha 21 anos e foi morta com um tiro de revólver calibre .22 nas costas.

Segundo uma testemunha, o acusado do crime estava de bicicleta e vestia uma jaqueta verde camuflada, semelhante a do Exército Brasileiro, quando atirou da travesti. As informações são do site Metrópoles.

O local onde a vítima foi morta é conhecido por ser comandado por cafetões que cobram uma espécie de pedágio de quem quer se prostituir ali. Por dia, cada travesti desembolsa entre R$ 50 e R$ 100 para ocupar um ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *